Mary Trujillo Cigana

Minha idade é milenar...

Sou de muitas eras!

Moro em: São Paulo

Eu gosto:De fazer poesia,

de dançar, de ir às festas...

Amo os animais,

os amigos, minha

linda família...

E amo demais

o meu amor...

É claro!

E Deus acima

de tudo sempre!

O que não gosto:

De levantar cedo...

Falsidade, inveja,

injustiça e fofoca...


Noite...
Sou lua...
Sou estrela...
Sou teu fogo abrasador...
Sou tua caça...
Sou fera
Sedutora...
Sou tua vida...
Teu alimento,
Meu amor!
Mary Trujillo


Mujer Apasionada



Minha filhinha Sapeka.
Mãe do Pepeto e da Fifi.
São meus três peludinhos amados.
Mary Trujillo


Meus dois nenéns queridos
Pepeto & Fifi.
Filhos da minha gatinha siamesa...
que é linda e de olhos bem azuis.
Amo meus três filhinhos.
Adoro os animais!
Mary Trujillo



 





Ping Pong


Meu Canal de vídeos
no You Tube


 



Em nossos devaneios... Deixamos nossas almas Viajarem para o doce encontro... Numa etérea e mágica troca de carícias. Telepaticamente nos amamos e esquecemos Tempo... Hora... Todos os desencontros... Para viver dos sonhos... Todas as delícias!... Mary Trujillo 17.02.2008

 


 


Mujer Apasionada


Roberto Carlos.
O eterno "Rei"



Elis, sempre "Regina"!






 


Award


 






 


 



Cartas Ciganas Online:
É só clicar nas cartas
para saber sua sorte.


Tarô online dois:


** Músicas **

 


Rádio Cigana

Gypsy Soul.Fm






* Livro de Visitas *


 




Acadêmico
ocupa a cadeira n.11
Assessora de
Divulgaçao/AVPB


Membro Efetivo


 

 


 



Meus sinceros
agradecimentos
ao grande
poeta e estimado amigo
Lupércio Mundim,
pela distinção com
que fui agraciada!
 

 


 


Venha fazer parte do grupo
"Doce Mistério".
É só clicar no selinho


Blogs Amigos...

 


 




Mary Trujillo

 


* Vídeos Ciganos *

Dalila Helwa ya balady Egypt my Beautiful Home Land Maravilhoso, imperdível! Mary Trujillo


 


















 



****

Blog desenvolvido por:
Mary Trujillo

****

Supervisão geral:
Roberta Viana - Sollua

 





 

 



Bandeira Cigana


Histórico:

-
30/09/2012 a 06/10/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 28/12/2008 a 03/01/2009
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008

 





Outros sites:

- Canto Mágico Mary Trujillo
- Canteiro de Versos
- Sonhando com José Maciel
- Sonhando com José Maciel - Cantinho Latino
- Mundo Virtual de Betsy Calisto - Chile
- Faria Canto Mágico & Sonhos - Canadá
- Puente de Amistad Marta Villavicencio
- Mapay de Matty Canales
- Família Borba Pinheiro
- Yara Nazaré
- Recanto das Letras
- Nadir A D'Onofrio
- Fragrância da Alma
- Recanto & Encantos
- Ramore Poemas
- Falena - Espanha
- Porto dos sonhos & das Poesias
- Grace Spiller
- Ligia Tomarchio
- Amor em Verso e Prosa
- Milhas de Amor
- Magia & Poesia
- Meus Momentos
- Vida Transparente
- Ana María Zacagnino
- Cochilando nas Estrelas
- Homenagem
- Site José Ernesto
- Alzira Macedo
- Ógui L. Mauri
- Museu Cigano
- Simplesmente Beija Flor
- Nina Aguamarina
- Seara da Cultura
- Mujer Apasionada
- Vida Transparente
- Blog Sylvia Cohin
- Vera Jarude
- Eda C. da Rocha
- Recanto dos Sonhos
- A voz do coração
- Fragmentos dos meus sonhos
- Cenário de Sentimentos
- Magia Gifs
- Na exposição do meu céu interior: O coração
- Minha Casinha
- Coletânea do Saber
- Vera Mussi Poesias
- Desde mi silencios
- Agregarte Maria Cristina Garay
- Maria Cristina Diccionario
- Escritores & Poetas
- Nan Hoelzle
- Criando Sonhos
- Alma Arte Poesia
- Fantasias da Alma
- Poetas de Ouro
- Pensamento Liberal
- Homenagem aos poetas e formatadores
- Zilca Poesias
- Alma Cigana Mary Trujillo

 






Indique esse Blog


 



Contador:

Código html:
Cristiny On Line





 

Ginga Cigana
Marilena Trujillo
 
Dançando vai a cigana... Na ginga...
No jogo de cintura... A bailar...
A noite é dela... A festa é para ela...
Sorri... Provoca... Quer brincar...
 
Jogar com a vida... Com a sorte...
Sem amanhã... Sem o que pensar...
Faíscam seus olhos apaixonados...
Ela só quer... Mais uma noite enganar.
 
Morde os lábios... Faz a roda gritar...
Ginga a cigana... Frenética a bailar!
Enganando todos... Arreliando a turba...
Fingindo todos querer... Todos amar!
 
Dançando... Seu veneno destila...
Ela se diverte... E a platéia delira...
Todos querem um momento de amor.
Ela dança... E dos homens se vinga...
 
Na ginga... Na cadência bonita...
Espera chegar a bendita madrugada...
Para voar para os braços do amado.
E por ele ser amada... Beijada... Mimada...
 
Dançando... Girando... Gingando...
Vai a cigana pela noite enluarada...
Tremem seus lábios... Palpita o coração.
Seu amor chegou!... Já é madrugada!...
 
Mary Trujillo
06.05.2007

Respeite os direitos autorais

 

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados
 


- Postado por: Mary Trujillo às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

 





 

O Idioma

Uma das maneiras de os ciganos se manterem
unidos, vivos, com suas tradições preservadas
é o idioma universalmente falado por eles,
o romani ou rumanez, que é uma
linguagem própria e exclusiva.
É expressamente proibido ensinar
o romani para os não-ciganos; e os ciganos
fieis às tradições, que prezam sua origem,
seus irmãos de raça, que são
verdadeiros ciganos, sabem disto.
Portanto, quando alguém que se
diz cigano quiser ensinar o romani,
geralmente às custas de dinheiro,
ou então passar segredos e as íntimas
particularidades da vida cigana é bom
ter cuidado, pois com certeza,
ele ou ela não é um autêntico cigano,
obediente aos preceitos e princípios
de seu povo. Ele poderá ser até cigano
de origem, mas não será mais um
cigano de alma e coração
capaz de manter a honradez de
seus antepassados e
contemporâneos autênticos.
 
(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados
 
 


- Postado por: Mary Trujillo às 23h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

 





 

Opinião:
Minoria entre Minorias


D. António Marcelino,
Bispo Emérito de Aveiro.

Dez anos depois de ter sido
elevado aos altares um cigano,
Zeferino Gimenez Malla, foi publicado um
documento do Conselho Pontifício para os
Migrantes e Itinerantes, especialmente
dedicado à etnia cigana, que merece
alguma atenção, tanto por parte da
sociedade civil e dos governantes,
como da Igreja e das
diversas confissões religiosas.
Em Portugal vivem 40 mil ciganos ou talvez um pouco
mais. São uma minoria entre as diversas minorias,
mas não da última hora, como tantas outras, pois
se instalaram entre nós no século XV.
O mesmo aconteceu em Espanha,
onde o seu número é de 600 mil.
Não é difícil verificar que em algumas
comunidades locais, bem como em escolas,
há ainda muita suspeita e pouco acolhimento
em relação aos membros desta etnia,
que na sua maioria não são já imigrantes,
mas cidadãos portugueses. É verdade que
os ciganos, vivam onde viverem, em Portugal,
na Espanha, na França ou em qualquer outro país,
são sempre e acima de tudo ciganos, coesos
e fieis à sua cultura e tradições, todos
eles cidadãos de uma pátria sem território,
mas considerada a sua pátria comum.
Muitas coisas mudaram nas suas vidas,
por normais exigências de
integração no país, onde vivem.
Muitos deles já se documentaram,
fixaram a sua residência, escolarizaram-se,
gozam da segurança social, têm emprego a
o lado de não ciganos, tiraram cursos superiores,
dirigem associações e, não se furtando à defesa
dos seu direitos, assumiram os deveres
correspondentes. Mas, em muitos outros
casos nota-se a necessidade de maior
formação humana e social, bem difícil
de se proporcionar se não for atendida
a sua cultura com os valores que lhe são
próprios e se se pensar fazer coisas em
seu favor sem os ouvir e os tornar
protagonistas naquilo que lhes diz respeito.
No aspecto religioso, sabe-se que a sua
adesão a expressões religiosas que mais
se coadunem com a sua cultura,
modo de ser e de se expressar,
é muito grande. A Igreja Católica tem
de há muitos anos um serviço nacional
dedicado à sua promoção, com outros
similares nas diversas dioceses do país,
e tem sido pioneira na atenção às suas
necessidades e aspirações, humanas e sociais.
Outras confissões religiosas protestantes
de linha pentecostal, têm muito aderentes ciganos.
Num encontro internacional recente, realizado
em Roma, foi dado a conhecer
que há na Igreja mais de uma centena
de ciganos clérigos (padres e diáconos)
e consagrados, oriundos de diversos
países da Europa e da Ásia. Muitos
participavam nesse encontro.
A etnia cigana testemunha valores
importantes e fundamentais, que hoje
escasseiam em países ocidentais.
Entre outros, o espírito de família,
o acolhimento e respeito pelos idosos,
a hospitalidade e a solidariedade para
com os membros da etnia, a virgindade
da mulher antes do casamento, o respeito
pelos mortos, a concepção humana do trabalho.
O que falta para que esta minoria seja
reconhecida, promovida e integrada,
uma vez que ainda é marginalizada
em muitos aspectos, dado o apoio
do governo e da comunicação social a
outras minorias recentes,
discutíveis pela sua
dimensão e objectivos sociais?
Toda a atenção à etnia cigana deve acolher
e respeitar e sua cultura e valores e atender
às condições de um diálogo,
eficaz e personalizado. Se os ciganos são
capazes de cursos superiores,
a nível civil e religioso, e de assumir
as responsabilidades inerentes,
não lhes escasseiam capacidades
de promoção e mesmo de integração comunitária.
Um trabalho de formação e sensibilização
junto das comunidades locais e dos agentes
civis (autarquias, escolas, serviços
púbicos em geral) e, também, dos agentes
pastorais é indispensável que se
faça e se faça bem. Para que o seja,
não pode dispensar o seu contributo activo.
Se é importante conhecer línguas,
não o é menos conhecer as
pessoas que vivem connosco.
Marginais há-os em todos os
grupos sociais. Temos de nos
perguntar quem é que hoje mais
envenena o ambiente e
corrompe a convivência na nossa sociedade.
 
(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados 
 
 


- Postado por: Mary Trujillo às 23h34
[ ] [ envie esta mensagem ]