Mary Trujillo Cigana

Minha idade é milenar...

Sou de muitas eras!

Moro em: São Paulo

Eu gosto:De fazer poesia,

de dançar, de ir às festas...

Amo os animais,

os amigos, minha

linda família...

E amo demais

o meu amor...

É claro!

E Deus acima

de tudo sempre!

O que não gosto:

De levantar cedo...

Falsidade, inveja,

injustiça e fofoca...


Noite...
Sou lua...
Sou estrela...
Sou teu fogo abrasador...
Sou tua caça...
Sou fera
Sedutora...
Sou tua vida...
Teu alimento,
Meu amor!
Mary Trujillo


Mujer Apasionada



Minha filhinha Sapeka.
Mãe do Pepeto e da Fifi.
São meus três peludinhos amados.
Mary Trujillo


Meus dois nenéns queridos
Pepeto & Fifi.
Filhos da minha gatinha siamesa...
que é linda e de olhos bem azuis.
Amo meus três filhinhos.
Adoro os animais!
Mary Trujillo



 





Ping Pong


Meu Canal de vídeos
no You Tube


 



Em nossos devaneios... Deixamos nossas almas Viajarem para o doce encontro... Numa etérea e mágica troca de carícias. Telepaticamente nos amamos e esquecemos Tempo... Hora... Todos os desencontros... Para viver dos sonhos... Todas as delícias!... Mary Trujillo 17.02.2008

 


 


Mujer Apasionada


Roberto Carlos.
O eterno "Rei"



Elis, sempre "Regina"!






 


Award


 






 


 



Cartas Ciganas Online:
É só clicar nas cartas
para saber sua sorte.


Tarô online dois:


** Músicas **

 


Rádio Cigana

Gypsy Soul.Fm






* Livro de Visitas *


 




Acadêmico
ocupa a cadeira n.11
Assessora de
Divulgaçao/AVPB


Membro Efetivo


 

 


 



Meus sinceros
agradecimentos
ao grande
poeta e estimado amigo
Lupércio Mundim,
pela distinção com
que fui agraciada!
 

 


 


Venha fazer parte do grupo
"Doce Mistério".
É só clicar no selinho


Blogs Amigos...

 


 




Mary Trujillo

 


* Vídeos Ciganos *

Dalila Helwa ya balady Egypt my Beautiful Home Land Maravilhoso, imperdível! Mary Trujillo


 


















 



****

Blog desenvolvido por:
Mary Trujillo

****

Supervisão geral:
Roberta Viana - Sollua

 





 

 



Bandeira Cigana


Histórico:

-
30/09/2012 a 06/10/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 28/12/2008 a 03/01/2009
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008

 





Outros sites:

- Canto Mágico Mary Trujillo
- Canteiro de Versos
- Sonhando com José Maciel
- Sonhando com José Maciel - Cantinho Latino
- Mundo Virtual de Betsy Calisto - Chile
- Faria Canto Mágico & Sonhos - Canadá
- Puente de Amistad Marta Villavicencio
- Mapay de Matty Canales
- Família Borba Pinheiro
- Yara Nazaré
- Recanto das Letras
- Nadir A D'Onofrio
- Fragrância da Alma
- Recanto & Encantos
- Ramore Poemas
- Falena - Espanha
- Porto dos sonhos & das Poesias
- Grace Spiller
- Ligia Tomarchio
- Amor em Verso e Prosa
- Milhas de Amor
- Magia & Poesia
- Meus Momentos
- Vida Transparente
- Ana María Zacagnino
- Cochilando nas Estrelas
- Homenagem
- Site José Ernesto
- Alzira Macedo
- Ógui L. Mauri
- Museu Cigano
- Simplesmente Beija Flor
- Nina Aguamarina
- Seara da Cultura
- Mujer Apasionada
- Vida Transparente
- Blog Sylvia Cohin
- Vera Jarude
- Eda C. da Rocha
- Recanto dos Sonhos
- A voz do coração
- Fragmentos dos meus sonhos
- Cenário de Sentimentos
- Magia Gifs
- Na exposição do meu céu interior: O coração
- Minha Casinha
- Coletânea do Saber
- Vera Mussi Poesias
- Desde mi silencios
- Agregarte Maria Cristina Garay
- Maria Cristina Diccionario
- Escritores & Poetas
- Nan Hoelzle
- Criando Sonhos
- Alma Arte Poesia
- Fantasias da Alma
- Poetas de Ouro
- Pensamento Liberal
- Homenagem aos poetas e formatadores
- Zilca Poesias
- Alma Cigana Mary Trujillo

 






Indique esse Blog


 



Contador:

Código html:
Cristiny On Line





Vaticínio Cigano
Marilena Trujillo


A cigana tira suas próprias cartas...
Busca nelas... saber do seu amanhã...
Enxuga as lágrimas e a tristeza afasta,
Pensando no seu amor e no seu clã...

Pede aos seus ancestrais proteção,
Coloca as cartas como uma cruz...
O medo faz tremer sua miúda mão...
Pede ela: - Valei-me, meu Bom Jesus!

Sequer percebe seu anjo de prontidão.
Nas cartas vê seu passado e futuro...
Sente disparar seu apaixonado coração,
As cartas joga... com maestria e apuro.

Algumas pressagiam muitas dores...
Mil felicidades e também dissabores...
Dizem: - Cuidado com os impostores!
Não te deixes levar por falsos amores!

Eis aberta... a carta tão esperada...
A carta dele já estava bem marcada...
Dizia ela: - És dele, a única amada!...
És abençoada, será bela a alvorada!

Baila a cigana feliz e cheia de graça,
Será forte e valente como sempre...
A alegria... o orgulho da sua raça!
E o seu amor será sempre ardente!

Tirou a sorte grande junto de um ás...
Seu cavaleiro era a carta marcada,
As cartas... não mentem jamais!...
Amava tanto e era muito amada!...

As cartas não mentem jamais!...
Será ditosa a audaz cigana...
Liberta dos terríveis vendavais,
Junto ao homem que tanto ama!

Festeira e alegre, seguirá em paz...
Pois as cartas não mentem jamais!...

Mary Trujillo
27.03.2011

Respeite os direitos autorais

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados



- Postado por: Mary Trujillo às 23h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

 





Morte - Mulô

Os ciganos acreditam na vida após a morte
e seguem todos os rituais para aliviar a dor
de seus antepassados que partiram.
Costumam colocar no caixão
da pessoa morta uma moeda
para que ela possa pagar
o canoeiro a travessia do grande
rio que separa a vida da morte.
No que se refere à morte,
o luto pelo desaparecimento de
um companheiro dura em geral muito tempo.
Entre os ritos fúnebres praticados pelos Rom
está a pomána, banquete fúnebre no qual se
celebra o aniversário da morte de uma pessoa.
A abundância do alimento e das bebidas
exprimem o desejo de paz e felicidade para o defunto.
É feita a pomaná no terceiro dia, do quadragésimo
primeiro dia, seis meses e um ano do aniversário
da morte do falecido. Os ciganos costumam
fazer oferendas aos seus
antepassados também nos túmulos.

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados



- Postado por: Mary Trujillo às 22h56
[ ] [ envie esta mensagem ]